Ilustrações e escritos, ficcionais ou não, por Maria Eloise

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Sobre tristeza e arte e doces

Saber viver é uma arte
e sei que sofrer faz parte
só não consigo entender como
da tristeza salgada
pode surgir tanta arte doce
Será que se por Tristeza na arte,
sai do forno uma
Tarte de morango?


Sobre fazer merda

Faça e aprenda a limpar
Sempre verifique se está tudo certo ao seu redor
pois nem sempre haverá alguém
para cuidar das coisas para você
Uma vez que tenha aprendido,
acostume-se a lidar com o esse perigo
e nunca se acomode
Concerte as merdas que você faz.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Egocêntrica?

Ao terminar de escrever mais um capítulo da minha história “de adolescentes”, surpreendi acesa uma vontade que se encontrava calada já fazia algum tempo – a vontade de escrever sobre mim mesma. Escrever sobre meu corpo ou sobre a minha pessoa. Assim que identifiquei essa vontade pulsante em mim, parei para pensar: “será que sou egocêntrica?” e fiquei com isso na cabeça por um tempo.
Pouco tempo. Não durou nem um dia na verdade. E minha conclusão foi:

“Sou egocêntrica sim! E daí?”

Desde que me foi dito que todo artista é e deve ser egocêntrico, vi que precisava aceitar esse sentimento dentro de mim. Precisava enxergar como eu sou bonita, divertida e gosto de muitas coisas que faço bem. Não que eu pense em mim acima de tudo e de todos, mas percebi que, principalmente para alguém como eu, é importante conseguir enxergar e amar suas próprias qualidades sejam elas quais forem. Faz bem à mente e ao coração ter ciência de que você também tem seus pontos fortes e que pode explorá-los como bem entender. Isso eleva e muito a auto-estima e você passa a admirar seus próprios atributos e talentos em vez de admirar apenas aquela pessoa que você sempre quis ser. Não precisa deixar de admirá-la, mas que tal se olhar no espelho agora? Sei que tem algo que goste de fazer e que é bom nisso, então se aprimore. Deve ter alguma parte de seu reflexo que você goste de olhar, que ache bonito, então valorize.

Ninguém é perfeito ou feito de defeitos. Você pode admirar a si mesmo. Pode “se achar”. Se ache, se encontre. Descubra quem você é de verdade e aceite essa pessoa sem medo; ela sempre esteve com você, apenas esperando ser achada. Não pense que é melhor que alguém, mas se ache o máximo sendo você mesmo.

Ficou parecendo um texto de auto-ajuda, não é? Que nada! Esse é apenas um texto sobre mim; exatamente como eu queria. Um pequeno texto sobre esta Maria – talentosa, bonita, uma amiga confidente e... Egocêntrica.

sábado, 3 de janeiro de 2015

Primeiro do ano!!!

Terminei de colorir esse desenho no dia primeiro e ficou muito bom!! Gostei do resultado. É o personagem Marshall Lee de Adventure Time.