Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

A CASA

Imagem
Outro texto feito em conjunto com Beatriz Góes
Aproveitem. E ouçam a música... ^^


“Se vir ou ouvir qualquer coisa, saia correndo imediatamente.” Foi o conselho que ouvi da minha avó quando tinha oito anos. Na verdade, este foi um segundo conselho. O primeiro foi: “Nunca atravesse os portões daquela casa”. Eu deveria ter escutado minha avó desde o primeiro alerta, pois, mesmo agora, já com vinte e sete anos, não consigo esquecer aquela maldita música, aquela visão ou mesmo aqueles olhos…     É bem normal que moleques se desafiem para provar quem é o mais corajoso. Tipo apertar a campainha dos vizinhos e sair correndo. Também passei por isso. Mas naquela cidadezinha a história era outra. Os desafios eram quebrar janelas, assustar os bichos ou invadir casas. Coisas de pequenos vândalos. E eu estava entre eles. “Duvido você quebrar aquele vidro”, diziam. Alguém ia e quebrava. “Vocês viram?! Acertei em cheio!” Todos saiam correndo e rindo dos berros do morador. “Seus moleques filhos-da-mãe! T…

Saudade de postar...

Nunca mais, né? Pois é. Não é que eu não tenha mais poema ou história, mas meu pc deu pau e agora tô dependente do pc de cyber e da faculdade. Chatiadíssima!!! ><
Tô com uns contos curtos (CURTOS) que posso postar numa próxima vez. Também tô escrevendo um com um psicopata em primeira pessoa, mas ainda tá beeem no início.
Até